segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

A TRANSMISSÃO DE LUTAS DE MMA DEVE SER PROIBIDA?

O deputado José Mentor (PT/SP) argumenta que sim; "A luta de MMA não é esporte porque não protege o atleta que a pratica; não é luta marcial porque prega o ataque e a agressão ao contrário das artes marciais que pregam a autodefesa, autocontrole e não agressão. MMA é só violência", diz o parlamentar, que apresentou de lei projeto para que as transmissões – hoje um negócio milionário promovido pela Globo – sejam suspensas; ele lembra que França e o estado de Nova York, nos Estados Unidos, proibiram não apenas as transmissões, como a própria prática do "esporte", que, no fim de semana, colocou em destaque a fratura de Anderson Silva

2 comentários:

  1. Geraldo opes Raphael1 de janeiro de 2014 20:05

    Apesar de ter passado a ser fã do Anderson Silva, por ele ser o oposto do perfil desses lutadores de "vale-tudo" (sou brasileiro mesmo) ou seja, educado, fino, sensível e muito culto, e tal admiração se deu há 3 anos, sou obrigado a concordar com o Deputado e com as autoridades de Nova Iorque e da França. Dia desses, num sábado a noite, me filho assistia a um duelo com o brasileiro Pezão. Tanto ele quanto seu opositor, estavam com seus rostos completamente desfigurados, totalmente ensanguentados e a platéia aos gritos vibrava com aquela cena. O locutor da da Tv nem se fala. NO dia seguinte, houve aquela briga de torcidas em Sta Catarina e houveram vários nocautes. Qual a diferença? Isso, realmente não é esporte.

    ResponderExcluir
  2. Prá começar não deveria nem existir! isso é o tal vale-tudo travestido de luta. Totalmente diferente do Boxer...do Karatê, etc. & tal. O cara que gosta disso deve ter problemas mental, ou sádico, ou complexado por vêr homens se agarrando....e quanto as mulheres? talvês querem vêr o que elas não tem em casa, HOMEM! no mais, TUDO MUITO RIDÍCULO, absurdo e sem sentido...a não ser pela grana envolvida na questão...dizem que dinheiro é tudo, será MESMO???

    ResponderExcluir

ESTE BLOG TEM O DIREITO DE RECUSAR COMENTÁRIOS OFENSIVOS.